Ex-astronauta Buzz Aldrin quer levar humanos a Marte em vídeo de VR

Caitlin McGarry | PCWorld
16 de março de 2017 - 09h00
Segundo homem a andar na Lua quer que seu legado inclua a criação de uma colônia em Marte. Aldrin apresentou proposta em SXSW

Buzz Aldrin cimentou seu legado ha cerca de 50 anos como o segundo homem a andar na lua. Mas Aldrin tem maiores ambições: ele quer preparar o caminho para que humanos sejam uma espécie de dois planetas.

"Quero que meu legado inclua um assentamento humano permanente em Marte", disse Aldrin durante palestra no South by Southwest.

O plano de Aldrin é complexo e difícil de entender se você não é um ex-astronauta com doutorado do MIT, como Aldrin é. É por isso que ele fez parceria com a 8i e a Life VR para criar uma experiência de realidade virtual chamada "Cycling Pathways to Mars", que ele apresentou no SXSW esta semana em Austin. 

O filme em realidade virtual é tanto uma façanha técnica quanto uma maneira eficaz de explicar como vamos chegar ao planeta vermelho.

No vídeo de 10 minutos você será capaz de andar no veículo projetado por Aldrin para transportar seres humanos para Marte de forma rápida e eficiente. O filme em VR será lançado para o Viveport da Steam e o HTC Vive no dia 17 de março e, na sequência, para o Oculus Rift.

A 8i também criou um holograma 3D de Aldrin usando captura volumétrica, isso significa que você poderá caminhar com Aldrin como se ele estivesse na sala com você.

 

O ex-astronauta não é a única pessoa a trabalhar em uma maneira de colonizar Marte, mas ele é um dos poucos realmente experientes em viagens espaciais. 

A SpaceX de Elon Musk também está planejando enviar humanos para Marte em 2024. Cada foguete levaria cerca de 100 passageiros ao planeta a cada 26 meses. Jeff Bezos fundou uma startup de viagem espacial, a Blue Origin, que também tem Marte em suas vistas.

Aldrin disse durante sua palestra no SXSW que se o presidente Trump ouvir suas ideias, os EUA poderiam chegar a Marte dentro de 20 anos. Estabelecer um assentamento no planeta levaria mais tempo, é claro.

"Nós exploramos ou expiramos", disse Aldrin. "É sobre isso."

O sonho de Aldrin de enviar seres humanos para resolver Marte está bem documentado. Ele montou um plano mestre, escrito sobre isso para o New York Times e em seus próprios livros. Mas ele precisa conseguir outras pessoas a bordo, razão pela qual essa experiência de realidade virtual é fundamental. 

Depois de experimentar uma viagem a Marte em VR, você pode querer se inscrever para a coisa real.