Singularity University e Positivo lançam desafio para inovar a educação

Da Redação
14/03/2017 - 12h46
Vencedor participará de curso de imersão no Vale do Silício. Interessados têm até o dia 21 de abril para inscreverem seus projetos

A Singularity University e a Universidade Positivo lançaram nesta terça-feira (14/03) o SingularityU Global Impact Challenge.

O desafio procura inovações que contribuam para resolver problemas globais, como energia, meio ambiente, saúde, habitação e água a partir do uso de tecnologias exponenciais. Nesta edição, a iniciativa endereça a educação para o século 21.

Interessados devem submeter seus projetos até o dia 21 de abril por meio do site. Entre as exigências estão projetos que atendam a um ou mais dos três eixos: acesso à educação (ensino à distância com ou sem o uso de tecnologia); educação para habilidades socioemocionais (criatividade, empatia, resolução de problemas, empreendedorismo etc.); educação baseada em projeto (PBL, gamificada, transdisciplinar etc.) e educação para o meio ambiente.

O desafio está aberto a todos os cidadãos e residentes no Brasil. A lista com os projetos finalistas será anunciada na última semana de abril e o vencedor será selecionado em um evento público que ocorrerá em Curitiba dia 3 de maio. 

O autor ou autora do projeto vencedor será convidado a participar do Singularity University Global Solutions Program (GSP). Outros dois projetos dentre os finalistas serão premiados com convites para participar do Singularity University Summit que ocorrerá no Rio de Janeiro em outubro deste ano.

Após retornar ao Brasil, o vencedor contará ainda com suporte da rede de ex-alunos e mentores da SU para desenvolver sua iniciativa. Os demais finalistas também serão beneficiados com o acesso a um grupo de mentores e orientadores durante a fase inicial de seus projetos. 

Fundada em em 2008 no parque de pesquisas da NASA no Vale do Silício, na Califórnia, a Singularity University incentiva o uso de tecnologias exponenciais para resolver grandes desafios globais. Desde 2010, a iniciativa desenvolveu diversas edições bem sucedidas do "Global Impact Challenges" em diversos países ao redor do mundo. Até hoje, já promoveu 94 Challenges em 38 países, premiando 121 projetos.