Nova plataforma FS Ensina oferece cursos em vídeo por R$9,90 ao mês

Luiz Mazetto, em Barcelona*
01/03/2017 - 10h31
Novo aplicativo terá um total de sete categorias e 30 cursos disponíveis inicialmente. Empresa quer alcançar 1 milhão de usuários até o fim de 2017.

A provedora brasileira FS anunciou nesta semana durante o Mobile World Congress 2017, em Barcelona, o lançamento de uma plataforma on-line de ensino por meio de vídeos curtos.

Chamado de Ensina by FS, o novo serviço chega entre março e abril por meio de aplicativos web e mobile, pelas lojas App Store, para iOS, e Google Play Store, para Android, além de também estar disponível na Claro e em redes varejistas, que já possuem outra solução da empresa, o Hero.

Uma assinatura mensal fixa de 9,90 reais dá acesso a todos os conteúdos da plataforma (no melhor estilo Netflix), que inicialmente terá um total de 30 cursos distribuídos em sete categorias, incluindo Beleza e Estética, Gestão de Negócios e Culinária, entre outras. Esses números serão ampliados de acordo com a demanda do público e pesquisas feitas pela própria FS, segundo a empresa.

Durante o desenvolvimento do produto, que custou “alguns milhões de dólares” e levou cerca de um ano, a FS chegou inclusive a fazer parceria com uma empresa do Vale do Silício, na Califórnia, para a criação do aplicativo, que contou com a presença da sua própria equipe de desenvolvedores em solo americano.

fseduca02.jpg

Vídeos curtos

Também foi realizado um estudo pedagógico para a definição das metodologias adotadas pelo Ensina, que se destaca ao “quebrar” conteúdos mais longos, de horas de duração, em diversos vídeos curtos, com apenas alguns minutos, possibilitando assim o ensino por meio das chamadas micronarrativas. A empresa aposta neste formato como uma forma de estimular os usuários a realizarem mais cursos.

Com isso, o usuário pode aprender dentro do seu próprio ritmo, escolhendo a categoria que mais lhe agrada para então assistir aos vídeos e realizar os exercícios correspondentes quando e onde puder.

fseduca03.jpg

Offline

O Ensina permite ainda que o usuário assista aos conteúdos offline, uma vez que podem ser salvos no aplicativo. No entanto, vale notar que neste caso só é possível baixar um curso por vez (em vez de vídeos diversos separados) – cada curso possui cerca de 700MB, de acordo com a fabricante.

A FS espera conseguir atrair cerca de 1 milhão de assinantes para o Ensina até o final de 2017. Além da Claro, cujo acordo já foi oficializado, a empresa brasileira já negocia com outras operadoras locais para a distribuição do serviço.

*o jornalista viajou para Barcelona a convite da FS