Startup Moon Express levanta US$ 20 milhões para lançar missão à Lua

Da Redação
13/01/2017 - 18h10
Empresa americana diz ter conseguido dinheiro suficiente com nova rodada de investimento. Moon Express concorre ao Google Lunar X-Prize

A startup Moon Express anunciou que levantou US$ 20 milhões em nova rodada de investimento e que agora tem dinheiro suficiente para financiar sua viagem à Lua.

A empresa, com base na Califórnia, compete no Google Lunar X-Prize, que desafia empresas privadas a conduzir missões ao nosso satélite.

Com o último investimento, a Moon Express agora soma um total de US$ 45 milhões vindos de nomes como a Founders Fund, Autodesk e Collaborative Fund, além de investidores privados.

"Nós agora temos todos os recursos para ir à Lua. Nosso objetivo é expandir a esfera social e econômica da Terra para a Lua, nosso inexplorado oitavo continente, e permitir uma nova era de exploração de baixo custo lunar e desenvolvimento para estudantes, cientistas, agências espaciais e interesses comerciais", disse Bob Richards, co-fundador e CEO da Moon Express.

O valor levantado será usado para lançar o módulo de pouso da companhia, o MX-1E. Será ele que assumirá as tarefas exigidas pelo Google, como viajar 500 metros através da superfície lunar e transmitir um vídeo de alta definição, além de imagens de volta à Terra.

Entre as exigências da competição internacional do Google está a restrição de que seus participantes obtenham 90% de seus fundos de fontes privadas, algo que tem como ideia encorajar planos de negócios direcionados a lucros, iniciando uma onda de comercialização lunar. 

A Moon Express tem apresentado ambições e resultados sólidos para seus planos ambiciosos. Ela se tornou em julho do ano passado a primeira empresa privada da história a receber permissão do governo americano para viajar à Lua. A empresa compete com a SpaceIL de Israel, Team Indus, da China, e o time internacional Synergy pelo prêmio de US$ 20 milhões do Lunar X-Prize.

O prazo do Google para chegar ao nosso satélite natural é o dia 31 de dezembro de 2017. Se a Moon Express chegar antes de suas concorrentes, ela levará o prêmio.

Apesar de ter conseguido a quantia necessária, há ainda algumas questões que não estão tão certas quanto a missão da Moon Express. Isso porque o foguete que lançará o MX-1E, o Electron, fabricado pela startup aeroespacial Rocket Lab, ainda não foi testado. A startup americana planeja lançá-lo a partir de uma base na Nova Zelândia e seu voo inaugural ainda precisa ser anunciado. 

Além de ganhar o prêmio do Google, a Moon Express tem grandes ambições para a exploração lunar. O co-fundador Naveen Jain diz que, em um futuro próximo, vê sua empresa trazendo recursos valiosos, como metais e rochas lunares para a Terra.

Se bem sucedida a Moon Express poderia se tornar a primeira empresa privada e a quarta da história a pousar na Lua.