Twitter compra empresa de apps sociais Yes e anuncia diretor de produtos

PC World / EUA
02 de dezembro de 2016 - 12h55
Após algum tempo, plataforma volta a ocupar o cargo justamente com o ex-CEO da sua nova aquisição, Keith Coleman, que ajudou a lançar apps como Wyd e Frenzy.

O Twitter comprou a desenvolvedora do aplicativo social Yes e também está recebendo um novo diretor de produtos como parte do negócio.

Ex-CEO da startup de Palo Alto, Keith Coleman acaba de virar vice-presidente de desenvolvimento de produtos do Twitter. “Sim! Keith e a sua equipe estão chegando ao Twitter para ajudar a liderar e fortalecer o nosso serviço”, afirmou o CEO do Twitter, Jack Dorsey, sobre a novidade.

O cargo de diretor de desenvolvimento de produtos estava vago já há algum tempo no Twitter, que vem encontrando dificuldades para aumentar sua base de usuários e conseguir lucrar. No terceiro trimestre, a empresa registrou uma receita de 616 milhões de dólares, uma queda de 103 milhões de dólares. Os usuários ativos mensais cresceram em 3% no mesmo período, chegando a 317 milhões.

O Twitter vem sendo alvo de críticas por não apresentar novos produtos e recursos rápido o bastante.

Os aplicativos da Yes incluem o Wyd, que permite aos usuários visualizarem status de vídeos e fotos do que seus amigos estão fazendo, e o Frenzy, que permite fazer planos rapidamente com os amigos.

No entanto, os aplicativo serão encerrados nas próximas semanas para que a equipe da Yes se junte ao Twitter com foco em novos esforços, de acordo com um post no site do Yes, o que sugere que o Twitter estava mais interessado nos profissionais da empresa do que nos seus produtos em si.

“Nossa equipe sempre admirou o Twitter, um produto que deixa o mundo mais próximo”, afirmou a equipe do Yes.

O Twitter não revelou mais detalhes sobre o negócio, incluindo o valor da aquisição.