Projetos da comunidade JavaScript agora ficam a cargo de nova fundação

InfoWorld / EUA
18 de outubro de 2016 - 10h00
A JQuery está sendo substituída pela Fundação JS, que vai apoiar 23 iniciativas de desenvolvimento baseadas na plataforma aberta.

A Fundação JQuery vai se transformar na Fundação JS, para dar governança e apoio técnico aos muitos projetos de desenvolvimento baseados em JavaScript. A Fundação JS é uma iniciativa da Fundação Linux e conta com a participação de empresas como IBM, Samsung e Sauce Labs, entre outras. Com a mudança, a JS assume os projetos em curso na Fundação JQuery e incorpora mais alguns, afirma Kris Borchers, diretor-executivo da Fundação JS.

“Por um longo tempo, temos oferecido bem mais suporte à comunidade do que a JQuery, e a nova marca tem o objetivo de refletir essa realidade”, diz Borchers, ex-executivo da JQuery. “Além disso, queremos sinalizar para o empenho na criação de um centro de gravidade para o padrão aberto JavaScript.”

A Fundação JS vai fomentar as melhores práticas em aplicações e servidores Java, e supervisionar projetos como a biblioteca JavaScript da JQuery, os frameworks de teste Appium e Mocha, o Dojo Toolkit, o utilitário de linting (verificação de código para identificação de erros e problemas) ESLint, o JerryScript. Ao todo, serão 23 projetos sob o guarda-chuva da fundação, incluindo alguns que não estavam vinculados à JQuery.

“A Fundação JS está criando um centro de gravidade para o ecossistema do JavaScript”, afirma Mikeal Rogers, gerente de comunidade da Node.js, responsável pela plataforma do mesmo nome. A nova instituição, segundo ele, vai conduzir a ampla adoção e o desenvolvimento contínuo de soluções baseadas em JavaScript e em tecnologias relacionadas, facilitando a colaboração dentro da comunidade de desenvolvimento.

Um comitê técnico consultivo terá representantes de organizações que integram a fundação, da prórpia Fundação Node.js, e da comunidade que atua com projetos JavaScript, de modo a oferecer orientação técnica e decidir quais novos projetos serão apoiados. "Em geral, estamos abertos a qualquer projeto do ecossistema JavaScript que se candidate", explica Borchers. Ele acrescenta que também haverá oportunidade para a colaboração entre as diferentes iniciativas.

As organizações participantes vão financiar a fundação e farão parte do seu Conselho de Administração. Enquanto a JS não assume a jurisdição sobre o ECMAScript, a especificação oficial subjacente ao JavaScript, terá representantes do comitê que ECMA, responsável pelo seu desenvolvimento. Os membros fundadores da JS incluem IBM, Samsung, Sauce Labs, Bocoup, Ripple, Sense Tecnic Systems, SitePen, StackPath, a Universidade de Westminster e o WebsiteSetup.