Google Chrome começa a barrar Adobe Flash oficialmente em setembro

Da Redação
09 de agosto de 2016 - 18h14
A partir do Chrome 53, browser começará a priorizar HTML5. Bloqueio total deve ser alcançado em dezembro com o Chrome 55.

O Google Chrome começará a bloquear o Adode Flash a partir de setembro, quando chega a nova versão do navegador, segundo post da empresa publicado nesta terça-feira, 09/08.

A partir do Chrome 53, que chega no mês que vem, a gigante de buscas vai começar a priorizar o HTML5 em vez do Flash. 

A mudança deve ser finalizada até o final do ano, com o Chrome 55, quando o Google planeja ter o HTML5 como única opção - a não ser que um site/página web suporte apenas Flash.

“Hoje, mais de 90% do Flash na web carrega coisas de suporte por trás das cenas como ferramentas analíticas de páginas. Esse tipo de Flash te deixa mais lento, e a partir de setembro, o Chrome 53 começará a bloqueá-lo. O HTML5 é muito mais leve e rápido, e os sites estão fazendo a mudança para acelerar o carregamento de página e economizar mais bateria. Você verá uma melhora em resposta e eficiência para muitos sites”, afirma o Google em seu comunicado sobre o assunto.