Verizon está perto de comprar o Yahoo por US$ 5 bilhões, afirma Recode

Da Redação
22/07/2016 - 15h13
A operadora, que é dona da AOL, quase dobrou a sua última oferta, segundo o site Recode. Em Junho, o lance estava na casa de US$ 3 bilhões

A Verizon está próxima de fechar um acordo para compra dos negócios Internet do Yahoo por cerca de US$5 bilhões, segundo o site Recode, citando fontes familiarizadas com as negociações.

A operadora tem sido considerada favorita para a aquisição de ativos de internet do Yahoo, para combiná-los com os ativos da AOL,adquirida no ano passado por US $ 4,4 bilhões.

O Yahoo considera a Verizon como o comprador que poderá entregar maior valor, mas as negociações entre as duas empresas prosseguem e nenhum acordo foi alcançado até o momento, segundo fontes ouvidas pela Reuters. 

De acordo com a reportagem do Recode, a Verizon aumentou o preço que estava disposta a pagar pelos ativos do Yahoo na proposta entregue esta semana. Mas seus acionistas continuam preocupados com custos indiretos que podem herdar com a aquisição. Entre eles, uma dívida com a Mozilla de mais de US$ 1 bilhão, que deverá ser honrada não importa o que aconteça, por conta de um acordo fechado em 2014 para fazer do Yahoo! Search o buscador padrão do navegador Firefox. Marissa Mayer teria acordado que o dinheiro devido à Mozilla deveria ser pago mesmo que uma das partes desejasse acabar com a parceira.

Falando de Mayer, se a transação for concluída, seria uma reviravolta irônica, dado que um executivo-chave no lado da Verizon é Tim Armstrong, que trabalhou junto com Mayer no Google há muitos anos. Há dois anos, Mayer rejeitou a proposta de Armstrong para fundir o Yahoo com a AOL, comprada pela Verizon logo depois.

Nos últimos meses, Verzion,  Mozilla , Twitter e  a empresa de private-equity TPG, de São Francisco, que tem investimentos em companhias de internet e tecnologia como AirBnB, Box, Lenovo, Sabre, Seagate, Spotify e SurveyMonkey, têm feito ofertas para compra das propriedades de internet do Yahoo, que representam um tráfego de mais de 1 bilhão de usuários ao mês. 

O valor oferecido pela Verizon é um bom indicador de como as ofertas estão caminhando. No primeiro trimestre de 2016, o Yahoo teve prejuízo de US$ 99 milhões sobre receita de pouco mais de Us$ 1 bilhão. O que os compradores estão disputando é a parte web do Yahoo - incluindo search, email, Tumblr e a adnetwork de publicidade móvel e digital. 

O plano estratégico desenhado por Marisssa Mayer, e em andamento desde dezembro com a benção do conselho diretor, prevê que essa área web da companhia seria descolada da empresa-mãe, que permaneceria com a posse de 15,5% do grupo chinês de e-commerce e marketplace Alibaba Holding Group.

A participação no Alibaba vale atualmente 10 vezes mais que o resto do Yahoo, se usarmos a oferta da Verizon como parâmetro, já que as estimativas de investidores projetam seu valor de mercado em us$ 30 bilhões.