O fundador do Skype criou um robô que entregará o seu jantar em casa

IDG News Service
07 de julho de 2016 - 11h09
Robôs semi-autônomos criados pela startup Starship Technologies começarão os primeiros testes de entrega no Reino Unido, Alemanha e Suíça

Os robôs estão chegando e, bem, em breve eles levarão o seu jantar à porta de sua casa. 

A empresa de entrega de comida Just Eat começará a testar um robô parcialmente autônomo da Starship Technologies este mês, usando-o para levar pedidos a clientes que morem a alguns quilômetros dos restaurantes parceiros no Reino Unido.

Apesar do nome pomposo, a Starship Technologies conta com uma ambição até que realista: automatizar logísticas locais entre o varejo e o cliente, pelo custo de cerca de 1 libra por entrega. Ela planeja  fazer isso com um robô de seis rodas que parece uma mistura do aspirador de pó Roomba e um cooler. 

O robô rola no ritmo de uma caminhada, monitorando seu ambiente usando uma série de câmeras. Na maioria das vezes, ele escolhe sua própria rota, evitando obstáculos e pessoas. 

Ele não é integralmente autônomo. Um operador humano ainda fica responsável pelos robôs por controle remoto, por exemplo para ajudar a atravessar uma rua ou evitar um obstáculo, de acordo com a companhia.

A carga, no caso,m o pedido de comida, é mantida sob um cadeado quando o robô se encontra em trânsito. Quando ele chegar ao seu destino, clientes podem destravá-lo usando um app de smartphone. 

A Starship Technologies tem testado os robôs ao redor de seu escritório em Greenwich, Londres, desde março, e agora está pronta para escalar seus testes. 

Apesar da sede da empresa ser em Londres, a equipe de engenharia se encontra na Estônia, o país onde o Skype foi fundado. E isso não se trata de uma mera coincidência, o fundador do Skype – Ahti Heinla – é co-fundador, CEO e CTO da Starship. 

As startups de entrega de comida Just Eat e Pronto.co.uk, a empresa alemã de entregas Hermes e a loja Metro, em breve, estarão usando dúzias de robôs da Starship Technologies para fazer entregas com distâncias de até cinco quilômetros no Reino Unido, Alemanha e Suíça. 

Os robôs viajam a cerca de 6,5 km por hora, e levam cerca de 30 minutos para concluir entregas, algo que convenhamos pode ser mais rápido do que um entregador humano.