Google e hospital de SP se unem para lançar "médico virtual" no Brasil

Da Redação
09 de março de 2016 - 16h35
A partir de agora, buscas por doenças feitas no Google trarão dados confiáveis fornecidos pelo Hospital Albert Einstein, de SP.

O Google anunciou nesta quarta-feira, 9/3, uma parceria especial com o Hospital Israelita Albert Einstein, de São Paulo, para exibir dados confiáveis sobre doenças em suas buscas.

Usado por muita gente como um verdadeiro “médico virtual” (o famoso Doutor Google) no caso de uma dor qualquer ou quando recebe-se um exame aguardado, o maior buscador do mundo agora conta com quadros especiais com informações de alta qualidade sobre diferentes doenças. De acordo com a gigante, esses conteúdos foram desenvolvidos junto com dezenas de médicos do Einstein.

Ao buscar por algo como “catapora” ou “sarampo”, por exemplo, o usuário verá um quadro especial no canto direito da tela de buscas com diversas informações sobre aquela doença, incluindo uma descrição e uma lista dos principais sintomas. Na parte inferior, sempre vemos a mesma fonte: Hospital Albert Einstein.

Por enquanto, o Google não revela exatamente quantas doenças estão dentro desse programa especial, dizendo apenas que são “centenas das doenças mais buscadas”.

Talvez isso explique a presença da “dengue” e da “zika”, ambas em alta no noticiário do Brasil, mas a ausência da chikungunya, transmitida pelo mesmo mosquito Aedes Aegypti, mas ainda sem tanta atenção no país.

Segundo o Google, o projeto nasceu há alguns anos com os seus engenheiros do escritório de Belo Horizonte. Apesar disso, vale notar que a plataforma foi lançada antes nos EUA.