Facebook anuncia parcerias para investimento em infraestrutura de rede

Da Redação, com IDG News Service
23/02/2016 - 07h47
Intel, Nokia, Deutsche Telekom, SK Telecom, EE e Globe Telecom se juntam à rede social para o Telecom Infra Project (TIP)

Primeiro, Mark Zuckerberg lançou a iniciativa Internet.org. Depois a dividiu em duas áreas, sendo uma delas o app Free Basics. Agora, o CEO do Facebook dá mais uma passo para levar acesso internet a regiões remotas: a criação do Telecom Infra Project (TIP), que pretende levar infraestrutura de rede para áreas de menor poder aquisitivo através do desenvolvimento do 5G. A proposta do TIP é criar equipamentos que possam baixar os custos e possibilitar a construção de redes em locais remotos, sem acesso à Internet.

O anúncio do TIP foi feito no blog do chefe global de Engenharia e Infraestrutura no Facebook, Jay Parikh. A iniciativa conta com a participação de fornecedores como Intel e Nokia, que precisam mostrar que não estão fora do jogo do mercado de telecomunicações - especialmente da telefonia celular - e também com o endosso de operadoras. Entre elas, a alemã Deutsche Telekom, a coreana SK Telecom, a inglesa EE, a filipina da Globe Telecom e a multinacional T-Mobile.

O objetivo do Telecom Infra Project, segundo Parikh, é operar em três frentes: backhaul, acesso e gestão de infraestrutura de rede. A iniciativa deve seguir os mesmos modelos de design e colaboração do Open Compute Project, projeto lançado pelo Facebook em 2011.

facebookTIP

Enquanto os projetos já estabelecidos, como o Internet.org e o Free Basics, que focam no fornecimento de conteúdo, e na construção de infarestrutra através de soluções envolvendo satélites e drones (depois de testar um protótipo, a empresa pretende construir um segundo avião movido a energia solar para o fornecimento de acesso à web), o TIP se concentrar em assegurar que a tecnologia de rede que dará suporte para a internet será de boa qualidade.

Durante sua entrevista no Mobile World Congress, Mark Zuckerberg foi perguntado se o Facebook estaria realmente interessado em se tornar um provedor de acesso internet (ISP). Ele riu, e respondeu: "Nós somos um serviço de internet, temos um grande modelo de negócio baseado em publicidade do qual gostamos", disse Zuckerberg. "Nosso objetivo é ajudar as pessoas a entrarem na internet. ... Quando as pessoas estão na internet, temos um modelo de negócio que funciona."

Zuckerberg fez questão de afirmar também que o Facebook não é o inimigo em serviços de mensagens. Na opinião do CEO do Facebook, a relação entre operadoras de telecomunicações e aplicações de mensagens tais como WhatsApp Messenger e do Facebook é "simbiótica", não hostil. E a maior utilização de serviços de mensagens, especialmente para enviar fotos e vídeo, significa mais tráfego - e mais receitas - para redes de telecomunicações.

"As operadoras de telecomunicações simplesmente precisam mudar para modelos de negócios em que ganhem mais dinheiro com a transmissão de dados em vez de mensagens de voz ou de texto, disse Zuckerberg, acrescentando que muitas redes no mundo já fizeram o ajuste.

De acordo com ele, o Facebook e seus produtos precisarão cada vez mais de rede velozes e estáveis, e mencinou a parceria com fornecedores e operadoras no Telecom Infra Project como uma tentativa de acelerar a disseminação da conectividade 5G.