Popcorn Time original volta à ativa, mas ninguém sabe quem o controla

Da Redação
17/02/2016 - 16h57
Equipe original de desenvolvedores do app negou estar envolvida no projeto. Novidade foi dada, inclusive, pela conta do Twitter do Popcorn Time

No final do ano passado, o serviço de streaming Popcorn Time havia saído fora do ar de repente. Mais tarde, a Associação dos Estúdios de Hollywood (MPAA, na sigla em inglês) reivindicou o encerramento do serviço dizendo que processava seus responsáveis. 

O curioso é que na tarde dessa quarta-feira (17), o Popcorn Time original voltou a funcionar de repente e recebeu uma atualização que corrigiu uma série de bugs. A novidade foi, inclusive, dada pela própria conta do Twitter do serviço, ironizando o MPAA: "Hey internets, aparentemente o MPAA pensa que nós estamos mortos, estamos?"

No entanto, o mistério que fica é “quem estaria por trás” do renovado Popcorn Time?

O site TorrentFreak foi atrás dos responsáveis pelo serviço – os mesmos que estão sendo processados pela MPAA – e eles disseram não ter nada a ver com o app atualizado.

O site reapareceu em um domínio diferente (popcorntime.sh) e o perfil oficial no GitHub voltar a ficar ativo. Como o TorrentFreak ressalta, o mais estranho é que os domínios usados pelo app ainda estão sob controle da MPAA, mesmo assim o projeto usa chaves privadas que batem com as da equipe original.  

Uma das possibilidades, apesar de ser pouco provável, é que a MPAA possa estar usando o "Netflix Pirata" para rastrear usuários. No passado, a própria agência chegou a processar alguns usuários da plataforma. 

O ritmo de atualizações registrado no GitHub é grande, o que pode sugerir que há várias pessoas envolvidas no projeto. 

A nova versão trouxe poucas mudanças, como o uso da nova engine Butter e da remoção da opção do uso de VPN premium. Além de permitir a customização da origem dos torrents transmitidos.