Rede de desenvolvedores de software lança programa de bolsas para mulheres

Da Redação
04 de novembro de 2015 - 09h00
Doze bolsas de US$ 5 mil serão concedidas no ano que vem. Selecionadas também receberão formação técnica personalizada e orientação de um engenheiro de software

A Toptal, rede global de desenvolvedores de software freelance, lançou um programa com foco na capacitação de mulheres que desejam se tornar engenheiras de software.

Mulheres de todo o mundo podem se candidatar ao “Bolsas Toptal para Mulheres Desenvolvedoras de Software”. No total, são 12 bolsas que serão concedidas no ano que vem. As vencedoras receberão uma contribuição de US$ 5 mil, além de formação técnica semanal personalizada e orientação de um engenheiro de software sênior da Toptal. 

Segundo a Toptal, bolsistas poderão usar o dinheiro da melhor maneira que considerarem, desde que contribuam as suas ambições de se tornarem engenheiras de software. 

Por exemplo, o valor pode ajudar no pagamento de mensalidades de cursos, como salário enquanto trabalham em Open Source ou até mesmo em empreendimentos. 

Vale ressaltar que mulheres representam apenas 6% da plataforma de desenvolvimento colaborativo GitHub (Open Source). 

Para se candidatar a uma bolsa, interessadas devem fazer uma contribuição para Open Source no GitHub e escrever um post no blog descrevendo sua própria experiência, os problemas que tiveram que resolver, e o que aprenderam dessa experiência. 

Para ajudar as iniciantes em Open Source, a Toptal disponibilizou uma guia de instruções em seu site. As vencedoras serão escolhidas por um comitê de seleção e as finalistas de cada mês terão uma entrevista diretamente com o júri.

Para saber mais sobre o programa, acesse o site.