Cemitério São João Batista no RJ agora pode ser visto no Google Street View

Da Redação
07/10/2015 - 11h16
Passeio permite visitar túmulos de famosos, como Carmen Miranda, Cazuza e Tom Jobim. É o primeiro da América Latina a entrar para o Street View

Fãs de Tom Jobim, Cazuza, Clara Nunes, Carmen Miranda, Nelson Rodrigues e do cineasta Glauber Rocha que não morarem na cidade do Rio de Janeiro e tiverem entre suas pretensões visitar o túmulo de seus ídolos podem fazê-lo de forma virtual com o recurso Street View, do Google Maps.

A ferramenta da gigante de tecnologia disponibilizou desde a segunda-feira (5) o passeio virtual pelo cemitério São João Batista, localizado na Zona Sul da cidade. Talvez em uma coincidência com a iminente data de 2 de novembro, Dia de Finados. 

Para captar as imagens em 360° do local, o Google recorreu a sua mochila Trekker, equipada com uma câmera que capta as imagens. A mesma ferramenta já foi usada para registrar imagens panorâmicas de pontos onde o carro do Google Maps não pode chegar, como Grand Canyon, nos Estados Unidos, Monte Fuji, no Japão e até mesmo a Floresta Amazônica.

O Trekker do Street View é composto por 15 câmeras e duas baterias internas que dão autonomia para seis a oito horas de registro. Da mesma forma, um computador interno que armazena as imagens.

Além do cemitério São João Batista, “turistas virtuais” podem viajar pelo mundo clicando no link

No início do programa, o Google contratava pessoas para usarem o Trekker. Atualmente, o projeto oferece a possibilidade de órgãos de turismo e organização sem fins lucrativos ou pessoas que queiram capturar imagens em lugares de difícil acesso para mapear o mundo. Para saber como se inscrever, acesse o site.