Avalanche no Everest mata engenheiro da Google durante terremoto no Nepal

Da Redação com IDG News Service
26/04/2015 - 17h36
Dan Fredinburg, de 33 anos, morreu em decorrência de grave lesão na cabeça. Ele estava escalando a montanha junto com outros três funcionários da Google

Dan Fredinburg, um engenheiro de 33 anos e funcionário da Google há oito anos, morreu neste final de semana quando a expedição de escalada do Monte Everest da qual fazia parte foi atingida por uma avalanche provocada pelo devastador terremoto que atingiu o Nepal, matando mais de 2 mil pessoas até agora. Fredinburg morreu em decorrência de grave lesão na cabeça. 

Ele estava acompanhado por mais três funcionários da Google na expedição ao Everest mas foi o único do seu grupo a morrer, os outros integrantes tiveram ferimentos leves e, Lawrence You, diretor da divisão de privacidade da Google, estão sendo trazidos de volta para casa.

O engenheiro classificava-se como um Google Adventurer no seu perfil no Linkedin e estava documentando a escalada em seu Twitter e Instagram (foto abaixo).

dan-fredinburg instagram

Fredinburg trabalhava como expert em projetos e programas ligados a ciência de dados e dispositivos conectados como drones, dispositivos inteligentes e wearables para proteger o meio ambiente e os direitos humanos e também à divisão de Privacidade da companhia. 

"Na Google eu coordeno a criação de sistemas de proteção de dados e gestão de ciclo de vida para proteger a liberdade dos nossos usuários", descreve o engenheiro em seu perfil. Mais recentemente, Fredinburg trabalhou no Google [x], o laboratório futurista semi-secreto da empresa de buscas.

Entre seus projetos estão o Google Loon, a iniciativa da Google de prover acesso de banda larga móvel para áreas remotas do planeta usando balões; e as iniciativas ligados aos carros autônomos. Ele também esteve envolvido no projeto Google Street View Everest, liderando expedições para fotografar a região de Khumbu, ao redor do Monte Everest.