Com ajuda de olho biônico, homem vê esposa pela primeira vez em 10 anos

Da Redação
23/02/2015 - 18h25
Cirurgia consistiu em implante de chip que se conecta com óculos. Paciente é o primeiro a testar o sistema desenvolvido pela Mayo Clinic

Há 20 anos o americano Allen Zderad foi diagnosticado com uma doença degenerativa ocular chamada retinite pigmentosa, condição que atualmente não tem tratamento ou cura.

Hoje, praticamente com perda total de visão, Zderad finalmente pode ver sua mulher pela primeira vez em dez anos graças a uma prótese, uma espécie de olho biônico.

Zderad foi o primeiro paciente de um teste clínico utilizando um sistema batizado de Second Sight (Segunda Visão), desenvolvido pela Mayo Clinic. Segundo a clínica, a prótese de olho biônico é responsável por emitir ondas de luz para os nervos ópticos, ultrapassando a retina danificada.

A cirurgia consistiu em um implante de um pequeno chip no olho direito do paciente. A partir dele, em outro procedimento cirúrgico, fios se conectaram ao restante da prótese, no caso um óculos ativado pelo chip.

Um vídeo divulgado pela Mayo Clinic mostra a reação do paciente ao ver sua esposa pela primeira vez. Por enquanto, o que Zderad consegue ver são apenas contornos e formas.

Mas este é somente o início do tratamento. Segundo a clínica, é necessário mais ajustes e horas de fisioterapia local.