Nova plataforma mapeia dados para acompanhar desempenho de alunos

Da redação
19/01/2015 - 16h39
Batizada de Educacross, plataforma foi desenvolvida por startup brasileira. Proposta é personalizar ensino de matemática com jogos lúdicos

Esqueça o quadro negro e as páginas pautadas dos cadernos, nos próximos anos a educação será cada vez mais virtual. Seguindo essa tendência, a startup Cross Reality, com base em Ribeirão Preto (SP), desenvolveu a Educacross - plataforma de letramento matemático que utiliza como linguagem de ensino a gameficação. 

Até então dedicada à alunos do 1º à 5º ano do Ensino Fundamental, a plataforma oferece centenas de jogos  e atividades matemáticas que  englobam todo o conteúdo do currículo escolar. A proposta é que alunos aprendam brincando em ambientes que possam ser competitivos ou colaborativos em jogos baseados em situações-problema. 

Além de gameficar o ensino, a Educacross se propõe a a fazer um "mapeamento pedagógico", onde uma ferramenta é responsável por recolher e tratar todos os dados coletados a respeito do desempenho da criança. Ao mesmo tempo, oferece aos professores e gestores a avaliação contínua do aluno.  

Segundo Reginaldo Gotardo, Gestor de Negócios da Cross Reality e um dos idealizadores da Educacross, a proposta é transformar o mapeamento de desempenho num processo de acompanhamento contínuo e integrado. “Nosso principal objetivo ao desenvolvermos a plataforma foi oferecer ao professor um ambiente que possibilite, efetivamente, uma avaliação formativa”, completa o executivo. 

Personalização do ensino 

O acesso à plataforma é fácil e rápido. Os estudantes podem ter acesso aos seus "perfis" por meio de cartões com QR-code para login e para acesso dos roteiros das tarefas e desafios.  

Para o professor há a possibilidade de seguir a sequência organizada pela plataforma ou em poucos minutos ter seu próprio roteiro. Cada jogo vem acompanhado de orientações, objetivos e redirecionamentos. 

No ano de 2014, a plataforma passou por testes em diversas escolas. Agora, inicia sua disponibilização no mercado para o início do ano letivo em 2015.  

Disponível online via browser, a Educacross também pode ser acessada offline em Linux, Windows, Android e, em breve, para Windows Phone e iOS.