Mercado de impressoras 3D cresce, ajudado pelo crowdfunding

Nermin Bajric, ARN
25/06/2014 - 09h56
De acordo com a empresa de pesquisa de mercado Canalys, 46% das impressoras 3D vendidas de janeiro a março foram adquiridas pos consumidores finais

Um total de 26.800 impressoras 3D chegaram ao mercado mundial no primeiro trimestre de 2014, e embora as empresas ainda representem a maioria dos clientes, o setor de consumo está ganhando força, segundo a empres da análise de mercado Canalys.

De acordo com os dados levantados por ela, 46% das impressoras 3D vendidas de janeiro a março foram adquiridas pos consumidores finais, contra 43% no ano de 2013.

Leia também: Evolução das impressoras 3D ainda não justifica uso doméstico

"Embora o engajamento das empresas continue a crescer, parece que o mercado de consumo começa a conduzir as entregas", afirma Tim Shepherd, analista sênior da Canaly. "Já estamos vendo um número significativo de early adopters investindo em impressoras 3D relativamente baratas. A medida que os preços continuem a cair, a tecnologia a melhorar e os casos de uso continuaem sendo testados, a tendência de aumento nas vendas para usuários finais se consolidará."

Custo acessível
A Canalys estima que 67% das impressoras 3D entregues ao varejo no primeiro trimestre deste ano custavam menos de 10 mil dólares, excluindo os impostos. E estão crescendo também os projetos de impressão TV baseados em crowdfunding. A  Canalys afirma que o crowdfunding é parcialmente responsável pela  tração das impressoras 3D no mercado de consumo.

"Um grande número de impressoras 3D de baixo custo, normalmente produzidas por start-ups, está sendo financiado através de sites de crowdfunding como o Kickstarter e Indiegogo", afirma Shepherd. "A rapidez com que esses projetos atingem seus objetivos de financiamento mostra que os sites de crowdfunding representam uma fonte viável de financiamento nesta área e, mais importante, de viabilidade de aquisição pelo consumidor final."

Um bom exemplo é a "The Micro", impressora da M3DLCC, que buscou financiamento através do Kickstarter. O objetivo é vendê-la a 249 dólares.

themicro

"Mesmo sendo limitadas no tamanho dos objetos que podem ser impressos, nos materiais que podem ser utilizados e no acabamento podem fornecer, essas impressoras 3D acessíveis continuarão a impulsionar o interesse e a adoção no mercado consumidor inexperiente, dando vaos endedores oportunidade de crescimento. "

No extremo oposto do mercado, as impressoras industriais de alto nível, com preços acima de 100 mil dólares, representam 1% das vendas unitárias.