Prepare-se: Mozilla planeja vender anúncios no Firefox

Ian Paul, PCWorld / EUA
13/02/2014 - 09h00
As próximas versões do browser da Mozilla incluirão anúncios patrocinados, exibidos sempre que abrir uma nova aba do navegador.

A publicidade está prestes a fazer parte do navegador Firefox - pelo menos para os novos usuários. As próximas versões do browser da Mozilla incluirão anúncios patrocinados, exibidos sempre que abrir uma nova aba do navegador, de acordo com um anúncio feito pela Fundação Mozilla. 

Normalmente a nova página inclui uma seleção de sites mais visitados do usuário, representada por pequenos quadros individuais. Mas quando um novo usuário Firefox ou usuário de longa data com uma nova instalação abrir o browser, a nova guia incluirá, essencialmente, nove quadros em branco. 

Na visão de Mozilla, tais quadros poderiam ser mais bem aproveitados. Assim, em uma próxima atualização, o Firefox irá sugerir o que a Mozilla apelidou de "conteúdos pré-embalados" para novos usuários que ainda não construíram um histórico de navegação. 

firefox tab page

Isso irá incluir links para sites populares com base em sua localização, alguns links para sites da Mozilla, e algum conteúdo patrocinado "escolhidos a dedo". Os quadros com anúncios serão identificados pelo "patrocinado".

Os usuários de longa data podem evitar o novo conteúdo se estiverem utilizando o Firefox Sync.

O novo programa, chamado "Directory Tiles" é "projetado para implementar a experiência de primeira-vez-com-o-Firefox", disse Darren Herman, vice-presidente de serviços da Mozilla. 

Mudança interna?

A ideia de que a Mozilla irá experimentar uma publicidade incorporada ao seu navegador é algo surpreendente e, ao mesmo tempo, nem tanto.

Ao contrário de seus rivais, o financiamento da Mozilla depende, em grande parte, de um acordo de pesquisa que torna o Google padrão no Firefox. 

Então, a expansão para anúncios dá à Mozilla outra fonte de receita futura - mesmo que comece modestamente. 

Por outro lado, a  Mozilla é uma das principais vozes contra as práticas de publicidade online - mais notavelmente na parte de "rastreamento do usuário". Portanto, é um pouco surpreendente ver a Fundação abraçar a publicidade para o seu navegador. 

É improvável que a Mozilla permita qualquer tipo de monitoramento do usuário em seu navegador - talvez, uma contagem de cliques. No entanto, isso definitivamente parece ser uma mudança no pensamento da Mozilla. 

A organização disse que ainda está desenvolvendo o Directory Tiles e planos  para a implantação da nova funcionalidade ainda não estão concluídos. 

Qualquer pessoa que tenha interesse em acompanhar o processo, pode favoritar o blog Advancing Content, da empresa.