LinkedIn agora permite que usuários se candidatem a trabalho voluntário

Caitlin McGarry, TechHive.com
15/01/2014 - 17h35
Nova página conecta instituições sem fins lucrativos que precisam de ajudantes qualificados a profissionais que queiram preencher seus currículos com boas ações.

Ser voluntário é fácil. Todas as organizações sem fins lucrativos estão sempre precisando de ajuda: basta ir até um sopão no bairro mais próximo para arregaçar as mangas. Ah, mas espere! Mas isso não é verdade. Encontrar a organização certa e o melhor período para ajudá-la não é tão fácil assim - e é nessa parte que uma das maiores redes sociais está tentando dar uma mãozinha.

O LinkedIn sempre foi um negócio sério: um lugar onde você pode procurar desesperadamente por um emprego, ou - se tiver sorte - sentar e esperar que recrutadores venham até você. Mas, nos últimos seis meses, a rede social de profissionais identificou que mais de 600 mil de seus membros gostariam de ser voluntários ou fazer parte de organizações sem fins lucrativos. Então, o LinkedIn lançou na quarta-feira (15) o Volunteer Maketplace para conectar instituições que necessitam de ajudantes qualificados a profissionais que queiram preencher seus currículos com boas ações.

O novo espaço não é apenas para funcionários em tempo integral que queiram gastar seu tempo nos finais de semana catando lixo ou construindo casas para a humanidade. O CEO da rede, Reid Hoffman, disse em um post no blog da empresa que estudantes, aposentados e trabalhadores do lar (mães e pais) podem se beneficiar com o Marketplace.

"Quando falo com membros do LinkedIn, muitos deles me dizem que não estão ativamente procurando por oportunidades de emprego tradicional", disse Hoffman. "Em vez disso, eles querem melhorar ou ampliar suas habilidades enquanto, ao mesmo tempo, causam um impacto positivo no mundo."

As pessoas que não estão procurando por emprego também é improvável que se inscrevam na rede social, mas agora eles sabem que o LinkedIn está expandindo suas possibilidades (é claro, você tem que ser um membro da rede para ver os novos anúncios não remunerados).  

O novo site tem seções distintas com oportunidades para voluntários e para organizações que procuram por membros. A página também permite que entidades busquem por membros do LinkedIn com a experiência que necessitam - você pode listar as oportunidades e causas que te interessam em seu perfil para facilitar na hora da busca.