Análise mostra que Google já concentra boa parte do tráfego da Internet

IDG News Service
17 de março de 2010 - 13h48
De acordo com analista, no último ano, a empresa chegou a concentrar em momentos de pico 10% de todo o tráfego mundial.

Um relatório publicado pelo analista do Google Craig Labovitz no blog da Arbor Network mostra que o tráfego da Internet no mundo tem sido norteado por um número crescente de super provedores - entre os quais o principal deles é o próprio Google.

Para comprovar sua visão, Labovitz informou que em 2009, os servidores do Google chegaram a registrar picos nos quais concentraram 10% de todo o tráfego da Web mundial. De acordo com o relatório, em junho de 2007, o grupo concentrava cerca de 1% desse volume, passando para 2,5% no ano seguinte e para 5% nos últimos 12 meses.

googlegraph_small.jpg
Fonte: Arbor Network


No relatório, o analista atribui o crescimento do papel do Google na Internet à aquisição do YouTube, que consome grandes volumes de tráfego de dados com vídeos. Outro fator que contribui para o cenário é a própria movimentação de dados dentro da infraestrutura da companhia. Nesse sentido, ele registrou que cerca de 60% do tráfego do grupo é controlado por meio de interconexões diretas que ligam seus monstruosos datacenters uns aos outros.

“Ao contrário da maioria dos provedores, o Google não oferece tráfego para milhões de assinantes ou centenas de redes regionais e empresas. A infraestrutura suporta apenas a própria empresa”, comenta Labovitz.