Guilherme Felitti, do IDG Now!" />

Google Buzz se espelha no FriendFeed para transformar Gmail em rede social

Guilherme Felitti, do IDG Now!
09/02/2010 - 16h55
Disponível no Gmail, Google Buzz permite publicação, agregação e interação por meio de conteúdos de seus contatos e rivaliza com Facebook.

O Google anunciou nesta terça-feira (9/2) o Buzz, nova ferramenta integrada ao Gmail que aos usuários agregarem, publicarem e comentarem conteúdos dentro da interface do seu serviço de e-mails.

A integração do Google Buzz com o Gmail aproveitará e-mails e mensagens trocadas no Google Talk para adicionar automaticamente perfis da rede de contatos do usuário.

Por meio do novo serviço, será possível publicar novos conteúdos e consolidar serviços como Flickr, Picasa Web, Google Reader, YouTube, Blogger, Twitter e feeds.

Visualmente, a interface do Buzz lembra a do FriendFeed, serviço social de agregamento comprado pelo Facebook em agosto de 2009.

googlebuzz_menor

A semelhança está também na capacidade do usuário poder comentar ou "gostar" dos conteúdos publicados, conceito introduzido pelo FriendFeed e aplicado pelo Facebook na linha de atualizações.

A interação entre usuários por meio de comentários será mostrada em tempo real para o usuário. Será possível responder diretamente contatos por meio da função Reply.

Por meio dela, é possível referenciar um usuário pelo uso da arroba, em função introduzida no Twitter e seguida pelo Facebook, o que faz com que o Gmail mostre a mensagem na caixa de entrada do contato.

A transição para o Buzz começa nesta terça e deverá estar concluída nos próximos dias, segundo o vice-presidente de gerenciamento de produtos do Google, Bradley Horowitz.

Integração com celulares
O Google Buzz também terá integração com plataformas móveis, se beneficiando de ferramentas de geolocalização.

Ao acessar a página móvel do Google no iPhone ou em celulares com Android, um botão do Buzz indicará a localização geográfica do usuário, segundo demonstração feita pelo vice-presidente de engenharia, Vic Gundotra.

A partir do GPS do aparelho, o Buzz indica o estabelecimento onde o usuário está, acrescentando a informação em atualizações feitas pelo celular.

É possível também acompanhar as atualizações na tela do aparelho, filtrando conteúdos publicados por contatos que estão próximos fisicamente de você.

Por fim, o Google Maps for Mobile foi atualizado com uma nova camada que mostra no mapa da cidade balões brancos que representam atualizações feitas por usuários do Buzz.

Opiniões e conteúdos, como vídeos e fotos, sobre um mesmo lugar serão condensada em novas Profiles Pages.

Integração com Wave e versão corporativa
Horowitz afirmou que o Buzz, além de ser acessado por meio do Gmail, também será integrado com o Wave, outra solução de comunicação online do Google, anunciado em maio de 2009.

O buscador prevê também oferecer versões corporativas do Buzz, de forma que sejam aproveitadas como ferramentas de trabalho.

"Dentro de poucos meses, planejamos tornar o Google Buzz disponível para negócios e escolas usando o Google Apps, com funções extras como compartilhamento dentro da sua organização", afirma o anúncio no Official Google Enterprise Blog.

O executivo, porém, não detalhou nem como será a integração entre Buzz e Wave nem prazos e planos para sua versão corporativa.