Conheça cinco blogs chineses para visitar durante os Jogos Olímpicos

IDG News Service/China
24/07/2008 - 07h00
Pequim - Saiba o que está rolando na capital chinesa pelos olhos de blogueiros que falam de notícias locais, bares, tecnologia e muito mais.

blogs_pequim_88Vai ficar em casa em vez de ir para Pequim nesta Olimpíada? Sem problemas, quando seu interesse em handebol ou luta greco-romana começar a diminuir, a web está à disposição para informá-lo sobre o que está rolando na capital chinesa pelos olhos dos blogueiros.

Conheça alguns dos mais famosos:

Beijing Boyce: Com um Martini em uma mão e um laptop na outra, o canadense expatriado Jim Boyce se propõe a dar uma visão do consumidor do cenário de bares de Pequim, com seu blog “trocadilho” ( Jim, Beijing, hein, hein?).

Com a reputação de ser objetivo, Boyce oferece um panorama das novidades na vida noturna e no entretenimento de Pequim, incluindo reviews de drinks, comida, serviço e atmosfera. No seu site Grape Wall of China (ele não resiste...), ele dá aos enófilos uma visão sobre o mercado de vinhos na China.

Mais recentemente, Boyce foi atrás da história de que negros e mongóis seriam banidos de bares em Pequim durante a Olimpíada como política de segurança durante os jogos.

Fique de olho neste blog para sabre o que se passa nas noites de Pequim.

Danwei: Literalmente, significa “unidade de trabalho” em Chinês. O Danwei nasceu durante o ultimo grande evento que envolveu Pequim – a epidemia de Sars (Severe Acute Respiratory Syndrome) e se tornou um dos sites mais lidos da China.

O Danwei é a principal fonte para saber sobre sites bloqueados pelas autoridades, manchetes na China e eventos literários na capital.

Como a China está se vendo durante a Olimpíada e como está sendo vista será o foco principal do site durante os jogos.

EastWestSouthNorth: Feche a janela do Google Transale. Este blog baseado em Hong Kong apresenta em inglês fluente como a imprensa chinesa está reportando eventos que ganham as manchetes internacionais.

Roland Soong traduz a cobertura local de revoltas, desastres naturais, infortúnios de celebridades e, certamente, a Olimpíada.

Esta é a melhor chance que um não-leitor de chinês terá de entender a visão local dos fatos.

Imagethief: Combinando acidez e lições aprendidas no jogo das relações públicas, Will Moss garante ao leitor boas risadas e bons conselhos. Sua especialidade é descrever os sucessos e fracassos de multinacionais que fazem negócios na China, mas ele também cobre absurdos da mídia e do governo.

Comentando um escândalo envolvendo fotos do ator/cantor de Hong Kong Edison Chen nu, Moss deu o seguinte conselho: “A internet é como a gravidade da nudez, e há 100% de chance de que essas fotos vão parar lá. Provavelmente na semana do seu casamento”.

Silicon Hutong: O consultor em marketing e comunicações David Wolf (os autores do Imagethief e do Silicon Hutong são ex-colegas) usa o Hutong como ponto de observação para fazer os posts mais legais sobre o desenvolvimento tecnológico da China.

Recentemente eles fez excelentes comentários sobre as tentativas de levar o iPhone para a China. Os internautas só devem ficar atentos porque seu site normalmente é bloqueado, pois é hospedado pelo serviço Typepad. Só será possível acesso o blog a partir da Chia se o país cumprir a promessa de abrir a internet neste período.

Steven Schwankert, editor do IDG News Service, da China