Para desenvolvedores, aprendizado não é mais importante que salário

Da Redação
09/02/2018 - 16h56
Em levantamento, Accenture mostra o que pensam profissionais sobre o ecossistema de desenvolvedores

Desenvolvedores preferem aprender, mas o salário ainda importa, de acordo com pesquisa recente da Accenture. Para chegar a essa conclusão, o levantamento ouviu 752 desenvolvedores dos EUA em dezembro. A Accenture descobriu que 74% querem aprender novas habilidades ou melhorar as habilidades atuais e se envolver em um ecossistema de desenvolvedores. Enquanto isso, 64% dos entrevistados querem ganhar dinheiro por meio desses ecossistemas.

A Accenture descreve o ecossistema de desenvolvedores como sendo composto por funcionários da empresa, parceiros, desenvolvedores independentes e uma série de desenvolvedores “oportunistas” em tempo parcial.

A pesquisa da Accenture também releva que:

- Apenas 24% dos desenvolvedores concordaram firmemente que os ecossistemas de desenvolvedores eram geralmente bons em fornecer o conteúdo necessário.

- Conteúdos tecnicamente precisos e atualizados são os dois fatores mais importantes no ecossistema de desenvolvedores de uma empresa, com 90% dos entrevistados classificando esses elementos como críticos.

- O suporte oportuno foi avaliado como importante por 81% dos entrevistados.

- Quarenta e sete por cento pensam que todos os ecossistemas de desenvolvedores são praticamente os mesmos em termos de utilidade. Mas 70% disseram que uma plataforma que teve um ecossistema verdadeiramente diferenciado e significativo obteria uma parte muito maior de seus negócios.

- Das 15 plataformas estudadas, os desenvolvedores relataram maior satisfação com a plataforma em nuvem Microsoft Azure em razão da precisão, capacidade de conversão e legibilidade de conteúdo. A Amazon Web Services foi avaliada como a mais avançada e o Google Cloud, o mais inovador e cuidadoso sobre as necessidades dos desenvolvedores profissionais.