Edsphere - educação, inovação e negócios

Qual é o ruído da sua sala de treinamento?

Publicada em 29/12/2014 9:15

BOOM2
A figura acima mostra uma onomatopeia. Onomatopeia é uma figura de linguagem na qual se reproduz um som com um fonema ou palavra. Bom, não estamos aqui para aprender gramática, mas sim para você ver como é a sala de treinamento da sua empresa e como ela poderia ser. Se os ruídos encontrados forem os dois primeiros, está mais do que na hora de modernizá-la, pois você deve ter uma sala de reuniões analógica.

Uma pesquisa realizada pela revista americana PFM mostra que cara1:

* 65% dos funcionários gastam entre 25 e 50% do seu tempo em reuniões do negócio.

* 60% dos entrevistados têm problemas com follow-up após as reuniões.

* 62% dos usuários não conseguem compartilhar informações durante a reunião.

* 45% têm problemas com a tecnologia utilizada durante a reunião.

* 50% das pessoas tem que chamar técnicos para ajudá-los a usar a tecnologia da sala de reunião.

* 77% das pessoas usam os seguintes equipamentos para as apresentações notebooks: 70% projetores/TVs, 40% desktops, 35% tablets e 23% smartphones.

* 75% dos respondentes acham que seria muito importante poder mostrar conteúdo de seus tablets ou smartphones durante as reuniões.

* 50% dos respondentes acreditam que as reuniões seriam mais produtivas se eles pudessem compartilhar visualmente (em TVs ou projetores) o conteúdo de diferentes equipamentos pessoais (tablets, smartphones ou notebooks) e poder fazer anotações nessas apresentações.

Como podemos notar, muito tempo é gasto em reuniões nas empresas. Caso ela não seja produtiva por um motivo ou outro, esquecendo-se do intuito ou da maneira que ela é conduzida, muito dinheiro está sendo perdido pela corporação. Então o que fazer?

As palavras “nativo digital” tornaram-se um termo que descreve a geração nascida durante ou após a introdução das tecnologias digitais. Outro termo, “imigrante digital”, é, talvez, auto-explicativo, definindo aqueles que nasceram na era analógica e foram empurrados para o mundo digital, querendo ou não. Se você não se enquadra em algum dos dois, você é um “perdido digital”.

Independentemente de que era as pessoas sejam, é inevitável que ambos tenham de trabalhar em conjunto no local de trabalho moderno. Os “nativos digitais” têm abraçado tendências como trazer o seu próprio dispositivo (BYOD) tornando-se vantajoso para as empresas integrá-los às tecnologias móveis no ambiente de escritório de uma forma mais estruturada.

Claro que faz sentido nos negócios apoiar as tecnologias que vão tornar os funcionários mais engajados e também racionalizar as práticas de trabalho. Afinal, se mais smartphones e tablets estão sendo usados no escritório de qualquer maneira, então por que não aproveitar esses dispositivos cada vez mais poderosos, especialmente em espaços de colaboração, tais como salas de reuniões?

Fazer isso em reuniões permite que funcionários compartilhem informações de forma mais rápida e eficaz. No entanto, a conexão de aparelhos móveis para uma tela comum para exibir o conteúdo nem sempre é simples, ou mesmo possível. Um PC ou laptop fixo é mais frequente e é a tecnologia padrão utilizada para este cenário.

As empresas agora são capazes de criar uma sala de reuniões do futuro, tirando partido das tecnologias de colaboração sem fio. Eles permitem que múltiplos usuários compartilhem conteúdo de diferentes dispositivos em uma tela compartilhada, ao mesmo tempo, e sem ter o incômodo de ter que depender de cabos e adaptadores. Estas soluções economizam significativamente o tempo durante a configuração e melhoram muito a colaboração.

Softwares de colaboração, como o Smoothboards Air, ou sistemas integrados, como o Clickshare Wireless Presentation System, da Barco, permitem o compartilhamento das apresentações e suas anotações.

Outra novidade importante é registrar a reunião de forma fácil e segura e permitir que ela seja revista a qualquer momento e até mesmo permita a participação de pessoas remotamente. Isso pode ser feito através de videoconferência ou usando-se câmeras de vídeo autotracking com softwares de webcasting.

cara5 O que contêm as salas de reunião nas empresas hoje:

* Computador ou notebook para projeção de apresentações em Powerpoint.

* Flip-charts.

* Paredes para colocar cartazes.

* Quadros brancos para compartilhar informações.

carinhalingua O que elas poderiam conter com investimentos moderados (a sala do futuro)

* Acesso sem fio à internet em uma rede corporativa para visitantes.

* TV LED com mais de 55 polegadas touch screen ou touch com caneta.

* Um NUC (Next Unit of Computing) integrado a TV.

* Microfone unidirecional de boa qualidade e abrangência.

* Câmera de vídeo auto tracking.

* Conexão sem fio da câmera de vídeo com PC para transmissão de streaming pela internet ao vivo ou para gravar a reunião.

* Software de webcasting de fácil uso para transmissão ao vivo ou para gravar a reunião com captura da tela da TV.

* Software integrado ao webcasting de conversão de áudio em texto.

* Software para compartilhamento de apresentação e anotações.

* Permitir BYOD para todos.

* Quadros em vidro para anotações extras (ultra opcional – está mais para decoração).

* CLARO, DISCIPLINA E FOCO DOS OBJETIVOS DA REUNIÃO.

Finalizando…….

Você não acha possível? Pois é sim! Quer saber mais? Para que você acha que serve o Google? Vou te ajudar. Comente essa matéria e te mando os links de cada um desses produtos.