Edsphere - educação, inovação e negócios

Implantei um LMS. Deu tudo errado!

Publicada em 06/10/2014 8:00

Um sistema de gestão de aprendizagem (LSM) é uma ferramenta para aqueles que gerenciam a função de treinamento.

Muitos nas funções de gerenciamento do treinamento nas empresas acreditam que basta contratar uma boa plataforma e que o treinamento será um sucesso. Ledo engano. Existe muito mais esforço entre o céu e a terra que imagina a vã filosofia do gerente de treinamento. Entenda os motivos.

Um Sistema de Gestão da Aprendizagem:

… Não cria conteúdo
Existe uma máxima que diz: “A maioria dos sistemas de gerenciamento de curso não fornece faíscas criativas de aprendizagem, porque eles só a acompanham ou a mapeiam depois que ela ocorre”. Em certo sentido, isso está certo – sistemas falham por causa do conteúdo.

Um sistema de gestão de aprendizagem promove o acesso ao conteúdo, facilita a entrega dele, acompanha a interação com o conteúdo e auxilia na avaliação de resultados. A responsabilidade de criar a faísca educacional encontra-se com os indivíduos que criam o conteúdo dentro do sistema de gestão de aprendizagem. Conteúdos bem criados são demorados e difíceis de produzir. Eles devem ter boa localização e interação ao longo de entrega.

Isso é parte da razão pela qual existem normas SCORM. Um bom sistema de gestão de aprendizagem é uma ferramenta para a equipe de criação de conteúdo, não a sua substituição. Um sistema de gerenciamento de aprendizagem deve apoiar a entrega de conteúdo de uma forma que suporte a necessidade educacional.

… Não garante sucesso na formação
A compra de um sistema de gerenciamento de aprendizagem não é uma “bala de prata” e não garante o sucesso, assim como a compra de um cortador de grama caro não garante um belo jardim. O centro de treinamento deve gastar tempo na criação de conteúdo de interesse e valor.

As necessidades dos usuários são importantes. Um sistema de gerenciamento de aprendizagem não será bem sucedido se não estiver acompanhado, em muitos casos, da tradicional sala de aula ou com experiências de aprendizagem on-the-job (veja o artigo “70:20:10. Você conhece?“)

… Não vai substituir instrutores
Um sistema de gerenciamento de aprendizado fornece conteúdo; ele tem a vantagem de proporcionar o conteúdo de forma consistente em qualquer momento. Mas não substitui algumas das funções do instrutor.

Um sistema de gerenciamento de aprendizagem não responde a perguntas dos alunos, não modera discussões, não interage com os alunos através da mídia social ou retorna mensagens de correio de voz.

Um sistema de gerenciamento de aprendizagem pode corrigir um exame, mas não pode atribuir notas para a discussão de tópicos ou trabalhos de pesquisa.

Um sistema de gerenciamento de aprendizagem não pode visitar um local de trabalho ou realizar uma sessão de laboratório para avaliar o desempenho de habilidades, embora deva ser capaz de capturar dados sobre essas atividades.

… Não se autoexecuta
A compra de um sistema de aprendizagem não substitui os indivíduos responsáveis pela formação. Assim como outras ferramentas, o sistema de gestão de aprendizagem requer manutenção e atenção aos detalhes. Sempre haverá operações de atualização, auxílio aos alunos com as suas contas, manutenção do sistema etc.

Um sistema de gerenciamento de aprendizado automatiza muitas funções e multiplica o treinamento que se pode realizar com o pessoal existente, mas não podem ser comprados, instalados e esquecidos.

… Concluindo
Entender o que um LMS não vai fazer por você é um passo importante para avaliar se um sistema é apropriado para o seu centro de treinamento e para o sucesso da sua universidade corporativa. Certamente, um sistema de gestão de aprendizagem bem configurado e mantido pode gerar um excelente retorno sobre o investimento e permitir que seu pessoal possa automatizar muitas funções diárias e entediantes.