Circuito Deluca

Socialbakers e Lenovo criam índice de saúde social das marcas

Publicada em 26/10/2014 13:32

Para as marcas, obter o retrato mais completo possível de seu desempenho social, a partir de métricas de fácil compreensão, segue sendo um grande desafio. Muitas seguem tendo dificuldades em mensurar e transformar tráfego em insights e conversão. Pensando nisso, a Socialbakers desenvolveu o Social Health Index, em parceria com a Lenovo, fabricante chinesa de computadores e dispositivos móveis.

A intenção é permitir que as marcas possam medir e comparar facilmente a sua pegada social em relação a dos concorrentes.

“Quando você está com um VP, tem que dar a ele, rapidamente, uma ideia muito clara de onde está”, comentou o diretor do Centro de Excelência Digital e Social da Lenovo, Rod Strother. Essa necessidade levou a Lenovo a contribuir para o desenvolvimento do índice. “De quebra, passamos a ter insights que nos permitem agir imediatamente, e que todos, em todos os níveis da organização, podem compreender e interpretar”, explicou o executivo durante apresentação no Engage 2014, evento realizado na última quinta-feira, em Nova York, com transmissão direta para o Brasil, entre outros seis países.

O Social Health Index rastreia o desempenho social da marca no Facebook, no Twitter e no YouTube (novas redes serão adicionadas em breve) e combina os resultados em uma única classificação. As marcas recebem uma pontuação (em escala de 1 a 100) baseada em quatro métricas – a participação do público na mídia social, a aquisição de novos membros em suas comunidades, a retenção desse público, e o ‘shareability’ e eficácia do conteúdo publicado.

É mais saudável aquela empresa que consegue crescer a sua presença social e manter o público engajado, compartilhando o seu conteúdo.

Segundo a Socialbakers, a pontuação geral de saúde social é o valor médio do desempenho de uma marca plataforma-a-plataforma. O uso de pontuações medianas por plataforma garante que a realização de apenas uma campanha de sucesso no YouTube não altere significativamente outros parâmetros. O sistema é resistente a oscilações bruscas.

Para facilitar a compreensão, um gráfico de área retrata visualmente os quatro grupos de dados que contribuem para a pontuação.

Na opinião da Socialbakers, o índice de saúde social é o caminho definitivo para a realização de check-ups do gasto social das marcas.

“Nossa metodologia é aberta, ao contrário de tentativas anteriores de pontuação sociais em um único dígito feitas por outras empresas”, ressalta a empresa no material de divulgação do índice.

A Socialbakers aposta na educação do mercado como ferramenta para prosperar.

Mas  a empresa terá  trabalho para vender a ideia de que o Social Health Index é baseado no uso dos KPIs mais adequados para que as marcas possam mensurar e  interpretar corretamente os resultados aferidos. Primeiro precisará comprovar que as métricas usadas na composição do índice são válidas.  Contestações nesse sentido começaram já durante a seção de perguntas e respostas do Engage 2014.

Post a post
Outra novidade da Social Bakers apresentada durante o Engage 2014, em Nova York, é o Promoted Post Detection, que segundo a empresa é capaz de levar às marcas a entenderem profundamente a estratégia por trás de cada post.

O recurso, que será incorporado à Socialbakers Marketing and Advertising Suite,  já foi testado pela Orange.