Circuito Deluca

Rio é a primeira cidade da América do Sul a ter um domínio Internet

Publicada em 03/03/2014 15:08

A cidade do Rio de Janeiro ganhou um belo presente do alcaide Eduardo Paes ao completar 449 anos. No último dia 27, a Empresa Municipal de Informática SA – IplanRio assinou com a Internet Corporation for Assigned Names and Numbers (ICANN) o contrato para administração do domínio .RIO, um dos novos sufixos da Internet. Portanto, no início do segundo semestre, .RIO já deverá integrar a raiz de domínios da Internet. Será o segundo dos novos gTLDs concedido ao Brasil. O primeiro, .GLOBO, deve ser incorporado à raiz da Internet até o início de abril.


O Rio será também a primeira cidade da América do Sul a ter um domínio de primeiro nível (gTLD) próprio. As outras 5 candidaturas de domínios de cidades nas Américas são .MIAMI, .NYC, .QUEBEC, .VEGAS. Portanto, quatro nos EUA e uma no Canadá.

A intenção da prefeitura é usar o domínio .RIO como canal oficial da cidade Rio e das políticas públicas para os cariocas. Será a identidade digital do governo municipal. Portanto, não será aberto a registro público. Só as organizações governamentais oficiais ou entidades ligadas a ações sociais, econômicas, de infraestrutura , turismo e eventos estarão autorizados a usá-lo. Algo como “RIO2016.RIO”.

Resumindo, o .RIO vai concentrar todas as informações relevantes sobre o Rio de Janeiro na Internet, para os cidadãos cariocas e visitantes.

O longo processo de liberação do registro por parte da ICANN impossibilitou o uso para “FIFA.RIO”, agora na Copa do Mundo.

O tempo médio entre a assinatura do contrato e a delegação do domínio é de 10 a 14 semanas. Até 120 dias após assinatura do contrato, só pode existir o nic.RIO, que se refere ao conteúdo regulatório: regras, políticas, whois. Nos primeiros meses após liberação da raiz, o único domínio que pode existir é o nic.RIO. E mesmo depois, só os nomes que não integrem a lista temporária de bloqueio podem ser usados. Isso significa que endereços  como “Copacabana.RIO”ou “Ipanema.RIO”só devem começar a ser usados mais no fim do ano.

Todos os novos gTLDs passam por esse processo, segundo Rubens Kühl, gerente de Produtos e Mercado do Registro.br. O primeiro contrato foi assinado em Julho de 2013 e só agora, em fevereiro, foi liberado para uso.

Há grandes somas de dinheiro envolvidas no simples processo de análise de novos domínios, embora a ICANN afirme que sejam apenas suficientes para o próprio processo. Há muitas exigências técnicas para a operação dos novos domínios na Internet. Poucas serão as empresas capazes de cumprir as exigências técnicas da ICANN em relação a administração dos servidores DNS em si. Os domínios .GLOBO e .RIO já passaram por esse processo.

A taxa de inscrição da candidatura do domínio foi de  185 mil dólares  Uma vez aprovado o pedido, a taxa anual mínima de novo registro no ICANN é de 25 mil dólares. Existem ainda custos substanciais para a infraestrutura técnica. e custos operacionais, administrativos, legais e de marketing. Dependendo o domínio, o custo global de novos gTLDs pode chegar a até 2 milhões de dólares.

  • cadari

    Um domínio próprio? gTLD eh o correto dizer. Dominio pode ser qualquer um .com.br por ex

  • CDeLuca

    É maneira de dizer Cadari. mas, pelo purismo da informação, já corrigi.

  • Paulo Mesquita

    Oi ,,, ouvi no rádiodo carro na CBN … procurei a notícia , mas não entendi bem, Eu tenho um Café … poderei ter um site http://www.nomedomeucafe.rio ??? Onde faço essa inscrição de pré-autorização? Desde já agradeço a dica